top of page

Associação Riograndense de Proteção aos Animais e ONG Salvadores são destaques no Diário Gaúcho

🤩👏 O presidente da ONG Salvadores, Tiago Rodrigues e a presidente da ARPA (Associação Riograndense de Proteção aos Animais de Porto Alegre), Eliane Tavares, concederam uma entrevista ao jornal Diário Gaúcho sobre “Castração dos pets: um ato de cuidado e proteção dos animais”.



➡ Leia parte na íntegra:

“Há sete anos, Tiago da Silva Rodrigues, 29 anos, atua como protetor de animais. Morador de Taquari, ele é presidente da ONG Os Salvadores. Uma das atividades de sua rotina na organização é, periodicamente, fazer a viagem de sua cidade a Porto Alegre, em um trajeto de 90 quilômetros, e levar animais para serem castrados.


A castração de cães e gatos é um esforço comum entre as ONGs que trabalham com cuidados e acolhimento a animais abandonados. A cirurgia, um procedimento simples e não danoso aos pets, é a principal forma de combater a superpopulação. Thiago conta que, no Brasil, estima-se haver mais de 30 milhões de animais em situação de abandono.

– E eles ficam em sofrimento. Passam fome, sede, são atropelados, vítimas de maus tratos. Nós, protetores de animais, não queremos que sofram – completa.


A viagem à Capital, na busca por preços mais acessíveis para o procedimento, é uma prática comum entre ONGs de outras regiões do Estado. A presidenta da Associação Riograndense de Proteção aos Animais (Arpa), Eliane Tavares, 62 anos, fala que essas organizações costumam cadastrar animais de pessoas que não possuem condições de pagar pela operação e levá-los à Arpa.


Com valores mais em conta, a associação, localizada no bairro Azenha, realiza diversos procedimentos veterinários. São feitas vacinações, consultas e cirurgias em geral. O objetivo da iniciativa é prestar um atendimento acessível à população. Somente em castrações, são realizados em média 600 procedimentos por mês.


Fotos de Lauro Alves



Matéria em PDF
.pdf
Fazer download de PDF • 554KB
 

Comentários


bottom of page