22 de junho de 2019

Cachorro segue ao lado de leito hospitalar após dono morrer



Um cachorro sentou pacientemente ao lado do leito hospitalar onde seu dono passou os últimos minutos de vida. O cão chamado Moose não sabia que o homem havia morrido.

A história, que aconteceu nos Estados Unidos, foi compartilhada nas redes sociais pela ONG (Organização Não-Governamental) de proteção aos animais Eleventh Hour Rescue e viralizou.

Segundo a ONG, Moose já havia ficado sob os cuidados da organização antes de ser adotado pelo homem que morreu. Ele havia sido abandonado e amarrado em frente a um abrigo de animais. O lugar, no entanto, estava superlotado e o cachorro não poderia ficar por lá.

"Felizmente para o Moose, uma voluntária de abrigo local estava determinado a não deixar que esse fosse o seu destino. Ela entrou em contato com um dos parceiros da ONG e pediu ajuda", conta a Eleventh Hour Rescue.


Pouco tempo depois, o cachorro foi levado para um abrigo em Nova Jersey. Até que apareceu o dono de Moose. Os dois se identificaram, brincaram e, finalmente, o cachorro encontrou um lar.

No entanto, um ano depois aconteceu a tragédia e seu dono acabou morrendo. Moose aguardou ao lado do leito onde o homem passou os últimos minutos, mas ele não voltou. E o cachorro, novamente, precisou de um lar.

A ONG tem como política não abandonar os animais que já passaram por lá. Por isso, assim que soube da morte do dono de Moose, o levou novamente para o abrigo. Posteriormente, publicou o caso nas redes sociais.

A foto viralizou e, agora, Moose tem muitos pretendentes para adoação. A ONG espera que o cachorro tenha um novo lar em breve.


https://noticias.r7.com/internacional/cachorro-segue-ao-lado-de-leito-hospitalar-apos-dono-morrer-21062019

17 de junho de 2019

#Luto - Protetora Marta Dória

Nem as palavras mais bonitas deste mundo poderiam trazer algum tipo de alegria para este dia.

Hoje nos despedimos de uma grande pessoa, de uma Protetora de coração e alma. 🖤❤️ Marta Doria.

A saudade será eterna e a presença não poderá mais ser sentida, mas as lembranças dos bons momentos vividos são um ótimo conforto, que permanecerá para sempre conosco. O tempo necessário para toda esta dor ir embora é indeterminado.

Descance em paz, querida Marta 😭🖤


14 de junho de 2019

Gato ameaçado de extinção é encontrado morto na localidade de Aterrados, Paverama/RS



Um gato maracajá foi encontrado morto, nesta quinta-feira, dia 13, na localidade de Aterrados, próximo a BR-386, em Paverama.  

Ele foi visto por motoristas que perceberam o animal já sem vida na VRS-835, os condutores acreditam que o gato silvestre tenha sido atropelado. A imagem do animal rodou as redes sociais, principalmente no aplicativo whatsapp.

O animal pode ser visto em todo o Rio Grande do Sul, em florestas e áreas verdes como as que cercam o local encontrado. Ameaçado de extinção no Estado, o maracajá aparece como "quase ameaçado" no país.

O atropelamento é a maior causa da morte de animais silvestres no país: mais de 1 milhão por dia. Eles aparecem em áreas urbanas geralmente por conta da degradação do hábitat, em casos como desmatamento, à procura de alimento (aves e pequenos mamíferos). São inofensivos e costumam atacar apenas quando ameaçados.

O maracajá é, em geral, maior do que gatos domésticos e mede entre 60 e 75 centímetros. Tem cauda grossa e maior do que o corpo e olhos maiores do que os de gatos comuns.



2 de junho de 2019

Cão é encontrado morto com arame preso ao corpo em ritual de magia em Minas Gerais


A ONG Cãogonhal denunciou um caso de abuso contra um cachorro. O animal foi encontrado morto, com arame preso ao corpo, em um ritual de magia maléfica, na cidade de Congonhal, em Minas Gerais.