JORNAL INFORMATIVO DO VALE: Cavalos que puxam carroças podem ter um futuro melhor

(reprodução)


TAQUARI | Garantir o bem-estar dos equinos a partir da troca da tração animal pelo veículo de propulsão humana. Essa é a premissa do projeto Patas por Rodas, pioneiro no município de Taquari e engendrado pela Organização Não Governamental (ONG) Salvadores. De acordo com o vice-presidente Kélvin Braga, a iniciativa consiste em oferecer aos carroceiros um triciclo adaptado para o uso em suas atividades profissionais diárias. Em contrapartida, eles doam os seus cavalos para serem destinados às instituições que realizam equoterapia. Conforme Braga, a troca é benéfica para todos, pois os animais recebem a chance de ter um futuro melhor e os trabalhadores podem continuar as suas funções normalmente. Portanto, ninguém sai perdendo. A falta de uma legislação municipal que proíba a utilização dos cavalos em carroças também serviu de combustível para o amadurecimento da ideia.


No momento em que houver a disponibilidade para a equoterapia, a intenção é formalizar a ação em contrato com a entidade de destino, com a realização de visitas a cada dois ou três meses para verificar como o equino está sendo tratado e garantir que ele jamais volte para as funções desgastantes. "Prezamos muito pela transparência. Cada centavo gasto ou cada ação feita, tudo é documentado e/ou postado nas redes sociais", esclarece o vice-presidente. Desenvolvimento



A compra do triciclo se deu por meio do "Incentivo Celina Valentino", um programa do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal (FNDPA), que tem a finalidade de conceder auxílio financeiro para organizações afiliadas, além de dar suporte às ações relacionadas ao foco central. Um dos projetos apresentados pela ONG Salvadores foi justamente o "Patas por rodas". Na edição de 2020, ele foi um dos três selecionados em todo o Brasil e recebeu R$ 3.500,00 para ser tirado do papel.


Uma comissão do Fórum avaliou três critérios: consistência teórico-metodológica, objetividade e eficácia do trabalho a ser realizado e relevância para a proteção animal. De acordo com o Braga, o triciclo foi adquirido com o valor recebido do programa, acrescido da renda obtida em eventos e brechós realizados. Por causa da pandemia e a demora para se obter os banners que revestem a lateral do espaço da carga, comprados de uma empresa paulista, foram necessários cerca de 60 dias para o primeiro veículo ficar pronto, o que ocorreu nesta semana.


Não houve a utilização de dinheiro público, e a ideia é buscar a parceria privada. A ONG acredita que a iniciativa pode ser abraçada por empresas, a partir da doação dos triciclos e manutenção da propaganda dos negócios em cada veículo. Cada unidade custa aproximadamente R$ 4 mil.


Próximos passos


Neste momento, além da divulgação, os integrantes estão concentrados na elaboração de um edital de chamamento, para que carroceiros interessados possam se inscrever. Não deverão ser estabelecidos critérios de seleção. Qualquer pessoa física, maior de 18 anos, e que esteja disposta a doar o seu cavalo e receber o triciclo, será bem-vinda. Futuramente, o objetivo é realizar visitas aos interessados a fim de avaliar as condições dos animais. Aqueles que mais precisarem da "aposentadoria" serão priorizados.


Os inscritos que ficarão na fila de espera servirão como uma referência para o momento em que as empresas serão procuradas e convidadas a contribuir com a quantidade de triciclos capaz de suprir a demanda. "Acreditamos que a iniciativa seja um passo muito importante para Taquari, pois diariamente vemos os equinos magros e puxando materiais pesados, sem sequer uma fiscalização por parte do Poder Público. Precisamos acabar com essa judiação, exploração. Então, temos muitas esperanças de sensibilizar o setor privado. Os animais são sencientes. Eles cansam e precisam do devido repouso", conclui Braga.


Detalhe


Para conhecer mais sobre o trabalho desenvolvido pela ONG e, quem sabe ajudar, basta telefonar para (51) 99696-9702, acessar o site https://www.salvadores.com.br/, perfis "Os Salvadores" no Facebook, Twitter e Instagram e canal "ONG Salvadores", no Youtube.


TEXTO: MARCEL LOVATO, INFORMATIVO DO VALE.

Link: https://www.informativo.com.br/geral/cavalos-que-puxam-carrocas-podem-ter-um-futuro-melhor-,386733.jhtml?fbclid=IwAR1wsh4ADpK9lXKtSZBqc6xk5YNAilpVK5ZLfNADbuejqkH8aCCB0jfKATs



Print do site do Informativo

Cavalos que puxam carroças podem ter um
.
Download • 1.64MB

Publicação do instagram

Publicação do facebook


Facebook Kélvin

Facebook jornal

7 visualizações
00.png

COPYRIGHT © Instituto de Proteção Animal OS SALVADORES | CNPJ: 29.147.690/0001-98 | Taquari/RS | Direitos Reservados - Cópia não autorizada | CONTATOS: WhatsApp: (51) 9 96969702 - www.salvadores.com.br - salvadoresdeanimais@gmail.com