Cão é encontrado morto com arame preso ao corpo em ritual de magia em Minas Gerais


A ONG Cãogonhal denunciou um caso de abuso contra um cachorro. O animal foi encontrado morto, com arame preso ao corpo, em um ritual de magia maléfica, na cidade de Congonhal, em Minas Gerais.

De acordo com a entidade, o cão foi encontrado em um loteamento da cidade. Ao denunciar o caso, a entidade teve o cuidado de não reproduzir preconceito contra religiões e fez uma publicação explicando a situação. As informações são do blog Pouso Alegre News.

“Sem querer reproduzir o senso comum e realmente apurar, procuramos membros de religiões de matrizes africanas e segundo informações (e pesquisas que realizamos) esse ritual não tem nenhum vínculo com religiões como umbanda ou candomblé e sim, se trata de magia voltada para o mal. Somos contra qualquer tipo de intolerância religiosa e por isso buscamos nos informar”, escreveu a ONG.

A entidade lembrou também que o caso configura maus-tratos devido à situação em que o animal estava, “com arame envolto em seu corpo”. Ainda segundo a Cãogonhal, o ritual foi realizado em local aberto e, por isso, inflige “as regras de vigilância sanitária ao deixar um cadáver em via pública”.

“Como, infelizmente nada pode ser feito em relação ao acontecido, pedimos à população que tenha cuidado com seus animais. E antes de apontar os dedos à religiões que fazem sacrifícios, reflitamos sobre nossos hábitos alimentares que envolvem morte animal diária”, concluiu a ONG, citando a exploração e a extrema crueldade as quais animais como porcos, galinhas e bois são expostos diariamente na indústria que os mata para consumo humano.