sexta-feira, 4 de maio de 2018

Ativista é agredido em General Câmara/RS, por protestar contra corridas de Boi Cangado

Na noite do dia 03/05 mais uma vez os ativistas da causa animal reuniram-se em frente a Câmara Municipal de Vereadores, em General Câmara, para protestar contra as leis que tramitam a favor da crueldade animal, uso animais em corridas de boi cangado.

O grupo que pedia para que os vereadores parassem as PL's de autoria do Vereador João Rodrigues e que se preocupassem com a saúde, empregos e educação, em falta no município, além de solicitar políticas públicas para bem estar dos animais que vivem na cidade. Pacificamente o grupo realizou um ato respeitoso e constitucional gritando em uma só voz: "BOI CANGADO NÃO!", "TORTURA NÃO É CULTURA".

Estavam reunidos no local grupos de Proteção Animal de municípios vizinhos,  entre eles São Jerônimo, Charqueadas, Triunfo, General Câmara e inclusive o Instituto de Proteção Animal OS SALVADORES de Taquari /Tabaí, que confeccionou e usou uma canga para representar o sofrimento desses animais.

Durante todo o ato os ativistas receberem muitas críticas e ofensas desrespeitosas, mas ao final da manifestação, um rapaz apoiador da PL que autoriza os maus tratos agrediu de forma surrateira um dos ativistas que estava indo embora. O autor do ataque golpeou o ativista pelas costas, fazendo com que o mesmo caisse no chão lesionando a boca. O autor do ataque posteriormente foi identificado como funcionário público e parente de um dos Secretários do Governo Municipal. Ele foi contido pelos policiais que estavam presentes para manter a ordem. A vítima passou por atendimento e lavrou atos contra o autor do ataque.

Lamentamos profundamente o fato ocorrido e nos solidarizamos com nosso colega ativista da causa e acreditamos que o judiciário tomará as ações cabíveis para punir o agressor e também para parar a PL dos Bois Cangados.


















Imagens e videos pessoais.