terça-feira, 17 de maio de 2016

Animais precisam de cuidados redobrados nos dias frios

Não são apenas os seres humanos que sofrem com os dias frios. Apesar de terem uma resistência maior, os animais domésticos também sofrem com isso.

Com a queda nas temperaturas, cães e gatos também procuram alternativas para ficarem aquecidos e longe do frio e da umidade. Algumas raças, como os cachorros da raça teckel (famosos linguicinhas ou salsichas), têm pelagem curta e são bastante friorentos. Vesti-los com roupas próprias para animais é uma alternativa, mas não exagere: quando o dia estiver mais quente, retire a roupinha do seu animal.

Segundo os médicos veterinários, nesta época os animais também costumam ficar doentes e apresentar sintomas parecidos com o dos humanos, o que ocasiona muitas vezes a morte. As doenças podem ser causadas por vírus, fungos ou bactérias e são contagiosas entre os cães. Para evitar essas possíveis doenças, a responsável pelo Canil Municipal de Cruz Alta, Emanuele Lima, aconselha os donos de cães e gatos a tomarem cuidados com seus animais. Confira as dicas abaixo:

Cuidados
- Diminua a frequência de banhos e, nos dias muitos frios, evite dar banho nos animais.
- Quando der banho, use água morna e seque bem o animalzinho. Não deixe que ele saia na rua por, no mínimo, 30 minutos após o banho.
- Mantenha a pelagem do animal mais comprida no inverno, evitando tosas muito baixas.
- Coloque roupa no cão de pelagem curta, caso ele sinta muito frio.
- Vacine seu animal anualmente.
- Aumente a quantidade de comida, uma vez que com o inverno o gasto calórico apenas para manter o corpo funcionando, sem considerar atividades físicas, como passeios, aumenta cerca de 30%.
- Não deixar o animal tomar chuva ou ficar no vento.
- Manter arejado o local onde o pet fica, mas sem vento.
- Estimular banho de sol.

Fonte: A Razão